Notícias por ZMB Advogados

Advogados que marcaram história – Assis Chateaubriand

Nascido em Umbuzeiro, na Paraíba, em 1892, Francisco de Assis Chateaubriand Bandeira de Melo pode ser definido como jornalista, advogado, empresário e político. Mas, apesar da formação em direito pela Faculdade de Direito do Recife, ele é lembrado, principalmente, por ter sido dono dos Diários Associados. Seu feito mais conhecido foi trazer a televisão para o Brasil ao criar a TV Tupi em 1950.

Com apenas 15 anos de idade, Chatô já escrevia para jornais. Em 1917, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde trabalhou como advogado, e colaborava para o Correio da Manhã. Exerceu a advocacia com sucesso, e ganhou uma causa em cujo lado oposto estava o renomado advogado Epitácio Pessoa, presidente da República entre 1919 e 1922 e também pernambucano de Umbuzeiro. Sem deixar o jornalismo de lado, chegou a exercer a função de redator-chefe do Jornal do Brasil. Ficou conhecido entre empresários, intelectuais e políticos e comprou O Jornal em 1924. Quatro anos depois, fundou a revista O Cruzeiro.

No final da década de 20, casou-se com Maria Henriqueta Barrozo do Amaral e, com auxílio do poder da imprensa, apoiou o movimento que levou Getúlio Vargas à presidência do país em 1930 com quem desenvolveu uma relação de apoio e oposição no decorrer dos anos. Chateaubriand teve uma vida bastante polêmica, e jamais perdeu a oportunidade de usar seus veículos de comunicação para atingir seus desafetos. Sempre alcançava seus objetivos, às vezes usando expedientes nada convencionais – a exemplo de quando ameaçou figuras do empresariado e da sociedade com a virulência de seus jornais no caso de não colaborarem na compra de quadros para o museu que pretendia fundar – e que veio a ser o Museu de Arte de São Paulo (MASP).

O Diários Associados, que em seu auge chegou a mais de cem jornais, emissoras de rádio e TV, revistas e agência telegráfica foi considerado o maior conglomerado de mídia da América Latina. Foi senador por duas vezes, embaixador do Brasil no Reino Unido e ocupou uma cadeira na Academia Brasileira de Letras.

Matérias Relacionadas